sábado, 29 de dezembro de 2012

Zíper


Pois é, estamos aí.
Virando mais uma, mais um.
Passamos por tantas coisas, até pelo fim do mundo!
Passamos pelos medos imaginários, monstros imaginários, delírios, rios, lagoas, mares...
Passamos a roupa pra sair.
E saímos, fomos longe.
E voltamos!
Por que a gente volta sempre pra algum lugar, para o status quo.
O legal é que nunca voltamos igual.
Pode até ser a mesma praça, o mesmo banco, as mesmas flores, todavia, nós não somos os mesmos.

Para mim, não ser o mesmo é sempre bom, mesmo que os defeitos sanados com o tempo fosse o melhor que havia em nós. Eu acredito em nós. Eu vejo tragédias nos jornais. Li que um cara estuprou uma velha de 92 anos, o carteiro me disse que o mundo está perdido... E eu acredito em nós. Continuo acreditando e sei que acredito nisso porque acredito em tantas outras coisas que me fazem mais do que crer, saber que ta tudo bem. Ver cometa na poça de lama, como a historinha da toupeira do Rubem Alves.
 E são esses cometas que desejo para seus olhos.

Sabe, não vou desejar dinheiro, saúde, grande amor, essas coisas...

Sei lá se com dinheiro você seria a mesa pessoa que é, que batalha, que respeita, que sua a camisa e que tem sonhos pra realizar. Que pensa nos outros e sabe o quanto é difícil conseguir as coisas. Eu desejo o necessário para o seu crescimento.

Sei lá se com saúde perfeita, sem dor nenhuma, sem cólica, sem dor de dente, de pé, de mão, você teria o juízo que tem. A doença ou o estado adoentado que nós passamos às vezes podem ser dádivas, freios que nos impedem de quebrar a cara. Desejo o necessário para seu aprendizado.

Sei lá se você sabe exatamente o que fazer com um grande amor. Se você vai respeitá-lo, vai amar, vai construir, se você vai dialogar, procurar entender... Desejo o providencial para seu coração.

Desejo que você saiba viver e enxergar a perfeição no mundo. Entender essa idéia nos dá paz, nos tira os limites que a dor e a ignorância impõem. É como a luz que ilumina sem nos torrar como esse sol de dezembro.

Desejo que você saiba o que procura e que encontre o que procura. Desejo que nesse encontro você possa ver nascer a felicidade em seu terreno íntimo e saiba empregá-la em sua vida e ve-la multiplicada na vida de quem está perto de você! Claro que haverão dias ruins, contudo, com amor por dentro, a gente luta e transforma fogo em luz.

E quando estiver bem cansado, ainda exista amor pra recomeçar! Pra recomeçar!

*
*
Estrelinhas para A lista do Oswaldo Montenegro, A toupeira que queria ver o cometa do Rubem Alves, Jornal Super de R$0,25, Amor pra Recomeçar do Frejat e para todo o resto que me compõe!
*
Felizes Coisas! 

29 comentários:

Alvaro Vianna disse...

Acabada a leitura me passou algo como uma descarga elétrica pelas costas. Acho que pelo realismos dos seus desejos. O normal são as hipérboles nessa época. E a coisa só vai ser hiperbólica para quem ganhar a megabolada. Sabe, Mi, já tive muito desse realismo. Queria um pouco mais de um desses itens, que você sabe bem qual é. Ainda assim, se o próximo ano mantiver o que tive nesse já será feliz. Quero a mesma dinâmica.
Muitas vezes penso no que de principal eu ainda tenho para ensinar ao meu filho, que já está um rapazinho. E acho que vai ser mais ou menos isso: mantenha a dinâmica. Mantenha-se acelerado. A vida venta e você tem que acompanhar a velocidade do vento.
Acho que não devo falar a ele de felicidade. Pelo menos não da maneira que me falaram. Da maneira que eu acreditei.
Hoje reaprendi a ventar, a gostar da vida, com todos os limites que ela nos impõe. Mas já perdi tanto vento. Talvez não tenha como superar esse prejuízo. Não da forma como eu acredito na existência.
Se eu pudesse ensinar ao meu filho...

A você Michele eu desejo de verdade grandes coisas. Porque o que vier de grande pra ti me fará feliz mesmo aqui de longe.

Gosto do 13. Que venha logo o 13.

Beijo

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Michele, você sempre escreveu bem. Adoro ler você e a nossa querida amiga Vã, todavia esse texto está espetacular. Todo o mundo tem que ler isso e com sua experiência aplicar as recomendações. Você é mesmo uma amiga especial. Um amor de pessoa, a minha sempre querida "mineirinha itinerante" de tempos atrás. Você é uma amiga que ficará sempre guardada no meu coração. A gente não se vê, se perde pelos caminhos, se esquece em datas importantes, mas naquela horinha, que a gente torna especial, sempre recordamos com um carinho especial de nossa amizade.
Feliz Ano Novo prá vocês.
(Todas as fotos que vc me mandou anos atrás, tenho todas guardadas. O dia que me der na cabeça mando os recuerdos para vc por e-mail. Fiz o mesmo com a Vã. Tinha (e tenho) um poema que ela gravou e mandou para mim, rs...rs!).
Manoel

Mulher Vã disse...

Arf, arf, arf!

Ufa deu tempo de vir antes do ano acabarrr!
Olha o Manô ali!!
[Alvi não tô mais brava com voce!]
-
Hey! Gostei das imagens duplas de fetos [algum pressagio para o ano que vem?! Hehehehe]

Só para não perder o costume: voce esqueceu da estrelinha do Victor Hugo, porque afinal foi ele que escreveu o Desejo musicado do Frejat!!
Aff, não sou eu pra defende-los, o que seria do MSE?! [movimento dos sem estrelinhas]

Dizem que o que ta acontecendo com a gente na virada, vale pro ano todo, tomara que isso seja mentira porque além de eu estar com uma cólica fdp, a cabeça dói,irmão!

Pensa, se sempre que acordamos pela manhã tem noticia ruim no jornal, a probabilidade das noticias boas existirem também são as mesmas né não?

Vou começar esse ano tipo como o Lulu, canta mesmo encima de um muro de hipocrisia, consegue ver coisas boas. Gente fina, elegante e sincera!

Ow! Desejo que acima de tudo e antes de tudo, a minha dor passe mas desejo tambem que...aff esqueci o que ia escrever mas era algo mágico.

Mas enfim, desejo pra voce em 2013 e em todos os anos vindouros: coisas belas e gentis!

Abraço apertado. Beijo estralado.



Mulher Vã disse...

Sblog ON OFF!!

Adorei! hahahaha

Mulher Vã disse...

Voltei pra dizer que gosti de 2012!

E digo mais: Mais!

[ow, manda um abraço no LuizH!]

Alvaro Vianna disse...

Eu sempre soube do sblog on off :P

Anônimo disse...

Feliz anis novis!


Ass: anonimiss

r. aquino disse...

Se dizes isto de ser acometido de rasuras no corpo e estados febris é um certo freio, em 2012 puxaram meu freio de mão algumas muitas vezes. Mas neste 2013 vou de bicicleta e controlarei os breques.Estou de volta! Que estas próximas estações inquietem tuas palavras e que tragam desafios que, tenho certeza, resolverás com sabedoria. Tudo que te sejas necessário e imprevisível.

com distinta poesia e amizade e carinho!

ricardo aquino

sblogonoff café disse...

Álvaro,

Realismo!!rsrs!
Perto do Natal vistamos um senhor que mora num cubículo onde mal cabe uma cama.O teto é de amianto.
Ele sofreu um AVC e agora está acamado, usando fralda geriátrica.
Estive lá por 15 minutos e quase morri com o calor e o cheiro que fica no quarto. Quando saí de lá, estava convicta de que ia comprar um ventilador e voltar lá pra dar o ventilador a ele.
Então fui dizer aos outros da visita pra ver se rolava uma vaquinha... Aí me disseram: É louvável sua atitude, mas como você acha que ele com esse ventilador ligado o dia inteiro vai conseguir pagar a energia elétrica?

Parei e pensei: Nem sempre o que é bom pra gente é bom para o outro. A gente deseja coisas que parecem boas, mas que podem ferrar com a vida da pessoa! Talvez valha a intenção, mas sabemos que as boas intenções também lotam o inferno!
Iso não quer dizer que vamos ficar passivos diante dos outros e dos desejos. No caso do moço, já estamos pensando em isolar a telha com isopor enquanto não temos condições de algo melhor!!!

De qualquer forma, meu coração deseja felicidade urgente para todos, inclusive para você, meu amigo. A diferença dos desejos hiperbólicos (eu acertei 2 números!!!) é que felicidade pra mim é algo muito mais sólido do que mares de rosa, leite e mel.
Eu acredito em felicidade na doença, nas dores da vida, no calor infernal, em perdas importantes. E dessa felicidade que nos sustenta, eu desejo um caminhão procê!!!!

E ventos, sopros de eves!!!
Você possui valores muito preciosos e tenho certeza que cada atitude em que você exemplifica esses valores é uma sementinha plantada no coração do Gabriel.
Se ele vai saber aproveitar os ventos, é com ele. Mas a gente sopra enquanto é possível!!

Derrepente a gente consiga ser um barco à vela indo pra direção certa! Se o Amor estiver no leme, a gente chega lá, meu amigo!

sblogonoff café disse...

Manô,

Que saudades em 2012, caro amigo!!!
Mal nos vimos. Para mim foi mais difícil ser constante por aqui!
Obrigada pelas palavras e elogios. Mas as idéias não são minhas! Eu apenas compilo os aprendizados que tenho e transformo em texto. Mas são aprendizados. 2012 foi um ano de muito aprendizado, por isso o avalio como um ano mestre!!!

Um grande abraço que nesse momento estaciona e faz morada, não mais itinerante!!

Beijão e Sopro de Eves!!!!

sblogonoff café disse...

Nóoooo!!!
Movimento dos Sem Estrelinhas!!! hahaha!
Vou colocar lá os devidos créditos para Vitor Hugo. Citação de citação!

Sempre gostei de bebês no útero. Já até acharam que eu estava grávida quando coloquei essa foto na época do Orkut. Eu nem queria mesmo. É meu desejo profundo. Um bebê. Ou dois!! Mas não de uma vez, por favor, Senhor!!!!

Viva!!! Coisas belas e gentis para nós!!!!

Tem disso? O ano fica do jeito que começa? Rsrsr!!! Melhor não! S.P!

sblogonoff café disse...

Liga / Desliga
Sem queimar!

sblogonoff café disse...

O do digo mais foi pra encerrar o ano. Ele acabaria de qq forma, mas com isso, anteciparia o término. Se eu tivesse lido...
Nooo

sblogonoff café disse...

Proeta!!!

Que surpresa você por aqui?
COmo é que diz? Você andou adoentado em 2012?

Que 2013 seja um ótimo passeio de bicicleta!!!

E que seua spalavras continuem promovendo
big bangs no universo!!!

Anônimo disse...

Bob!

Anônimo disse...

Um Abraço para a Menina das Estrelas Michele e para a Vã!!!

Que esse abraço junto com as bênçãos de Deus possam nos guiar sempre para o melhor aprendizado, alegrias e sonhos!!!

Tudibomproceis!!!

Beijos.

PS.: Michele, continue escrevendo essas dádivas...

Anônimo disse...

Anônimo disse...

Um Abraço para a Menina das Estrelas Michele e para a Vã!!!

Que esse abraço junto com as bênçãos de Deus possam nos guiar sempre para o melhor aprendizado, alegrias e sonhos!!!

Tudibomproceis!!!

Beijos.

PS.: Michele, continue escrevendo essas dádivas...

LuizH Luiggi

DJ disse...

Chatura minha, sempre... mas amor pra recomeçar "Desejo", e "Metade", não são do Frejat, nem do Montenegro, são, os dois, do Victor Hugo...
Mas por que eu insisto em defender a autoria das coisas?!
Bom, desejo que vc entenda que sou uma chata detalhista que adora ler seus escritos!!!
Alguém disse aí em cima pra vc continuar escrevendo, esse alguém está certo, nunca pare de escrever...
Desejo, apenas, que sua luz continue a brilhar, e que se expanda!!!
Feliz Ano Novo!!!

Mulher Vã disse...

Blá!

sblogonoff café disse...

Dj!!! Eu tambem acho muito importante creditar as autorias devidamente. Que Desejo era do Vitor Hugo, a Van ai em cima ja tinha ate falado antes. Eu eh que bestei e nao coloquei ainda. Ja o que credito a Oswaldo Montenegro eh A Lista e nao Metade. A Lista (quantos defeitos sanados com o tempo eram o melhor que havia em voce?).ate onde eu sei eh do Oswaldo mesmo. Se nao for, quem souber de quem eh, me diz aqui pra eu saber e creditar!!!
Eu continuo desejando acima de tudo que possamos brilhar, seja como for, escrevendo, trabalhando, pensando, relacioanando. Pq eh de luz que 2013 precisa!!!

sblogonoff café disse...

Va,
Ble!

DJ disse...

On e Off...
Pq vc fica dando importância a comentários desnecessários?!
O importante é que é bonito, e eu sou chata!!!
E a gente piora a coisa achando que sabe demais!!! A gente se acha!!
A gente acha que se acha pra não se sentir perdido nessa confusão!
Quer saber: novela, missa e gibi! Deus lhe pague!!!

Ops. na frase do Oswaldo eu escorreguei mesmo, foi mals...

Mulher Vã disse...

Ok, ok o ano já ta ficando velho, passemos ao proximo assunto!

Bliiiiitz!
♪♫Eu, minha gata e meu cachorro! ♪♫

Mulher Vã disse...

Luizagá!

Anônimo disse...

todo filho a casa retorna um dia ... sem muitas só passando pra desejar que tenha nas mãos o que melhor possa desejar no coração. De uma pessoinha que sempre lhe desejou o bem e o sucesso. Vakera.

Anônimo disse...

todo filho a casa retorna um dia ... sem muitas só passando pra desejar que tenha nas mãos o que melhor possa desejar no coração. De uma pessoinha que sempre lhe desejou o bem e o sucesso. Vakera.

Xuxa Meneguel disse...

Às baixinhas que ficam corrigindo esse blog: a postagem não está totalmente errada, porque a Michele (obrigada por aquela cartinha que me mandou nos anos 80, tenho guardada até hoje!!), escreveu "amor pra recomeçar" que é o nome da música do Frejat, mesmo que baseada no texto do Victor [e Leo] Hugo, não traz o nome do mesmo, ou seja "Desejo". Logo a estrelinha ta corretíssima!

Mil beijinhos, baixinhuuxx

Michele disse...

Vã (Xuxa, Mussum, Daniel Sávio), não fique anônima.
Sério, sá...
As pessoas podem achar que sou eu me escondendo pra reclamar.
A DJ não é baixinha!!
Rsrsrs!!
Obrigada pela defesa!
Eu citei apenas o final da música, coisa que o Victor não faz (hehehe), mas de qualquer forma, vocês estavam certas. Eu não levo a mal ser corrigida quando existe o erro!!

Beijos!!

E anéim, sá, para de se anonimar!!
Eu já sei que é você!

Mulher Vã disse...

Mea culpa, mea maxima culpa!

Nem foi o homem de um braço só, não, fui tudo eu, até os que não foram, são.
Aos sãos que não se iludam: na exclusão de tipicidade, há exclusão da punibilidade.
E os que ficarem, seriam. Os ultimos serão os primeiros a apagarem as luzes.